Thursday, August 09, 2007

Por meias palavras


- Te amo. Se você quiser namorar comigo, ainda quero.

- Posso te fazer uma pergunta visceral?

- Faça.

- Você quer namorar comigo por afinidade ou atração?

- Afinidade... e porque gosto de você; descobri.

- Você sente vontade de me beijar?

- Sim. Mas evito.

- Vamos deixar as coisas acontecerem naturalmente e fazer o que tivermos vontade?


- Isso é um não. Tá. Esquece o que falei.

- Não. É um sim. Enfim... o ruim de falar por meias palavras é que sempre acabo mal entendido.

- Verdade. Eu interpretei tudo errado.

- E agora?

- E você? O que sente?

- Quando você está por perto, só parece existir você no mundo. Não consigo pensar em nada muito além de você. Me lembro de uma vez que estávamos em sua casa, na sua cama. Eu coçava suas costas, como sempre... naquele momento lembro de ter sentido uma espécie de felicidade que a gente não experimenta toda hora. Sabe?


A dama chorou.

12 comments:

labellacaffe said...

Lindo, amei!

meu Deus .

juka_lordello said...

-

cortando paginas do diário

u.u'

Carolina said...

Incrivel como a felicidade esta muitas vezes nas coisas simples e nao vemos...
Incrivel também como me identifiquei com seu texto ^^ [ que à proposito é otimo, alias todos sao, adorei]
Voltarei a visitar =]
Beijos
Boa semana

Rα i sα ~ said...

sem meias palavras, chorei.

Daniel Silva said...

Adorei viu? Ficou lindo!!

Junior said...

seu templante tbm é elgal, bem limpo XD
fica fácil de ver as coisas
blz
até

Mãos de poeta said...

Daria uma bela cena de uma peça teatral!

KAUEHELEN said...

VISITANDO VC MAIS UMA VEZ.E PERCEBENDO O POETA PERDIDO...
E EM BUSCA...

Soraia Alves said...

Ainda descubro pq certas coisas só acontecem com os alheios...menos comigo!

Alguém said...

uau

Giselle Machado said...

nem sempre a comunicação é a solução. há sentimentos que são inespressáveis em palavras...

L.S e M.A said...

adorei.. principalmente as palavras finais, pois eu senti falta de um amor.. Como eu keria poder ouvir isso dele!!!!!!!